Escrevendo uma novela romântica - Arco Dramático de personagem

Este é mais um artigo da série "Passos para escrever uma novela romântica", que abarca as diversas fases do processo de escrita, desde a ideia até a revisão.

Um ponto muito interessante deste artigo é que ele destaca que TODOS os personagens podem (e na minha opinião devem) passar por esse processo construtivo. Não apenas os protagonistas.

A definição correta do arco dramático de um personagem o situa no lugar certo da história: primário ou secundário. Quantas vezes lemos uma novela e um personagem que deveria ser secundário nos cativa muito mais que os protagonistas? Se você fizer uma análise do arco dramático dos personagens, descobrirá o que está errado ali e o levou a apaixonar-se por um coadjuvante da história.

Um lembrete de última hora: o antagonista da novela romântica é personagem primário (como vimos no artigo passado).




ARCO DRAMÁTICO DE UM PERSONAGEM DE NOVELA

No artigo anterior "Personagens da novela romântica" eu lhe apresentei uma classificação prática dos personagens e falei do arco dramático do seu protagonista. Hoje ensinarei quais são os passos para reconhecer e definir o arco de um personagem de novela.

1- A META DE LONGO PRAZO DO SEU PERSONAGEM

A meta de longo prazo é um desejo que motivará o seu personagem ao longo da história. A meta deve ser grande e importante, algo que coloque em grande perigo a felicidade de seu personagem. Pense no que precisa mudar da sua situação atual para alcançar a felicidade; se poderá fazê-lo sozinho ou com ajuda; e se para consegui-lo precisará sacrificar algo de valor pessoal no caminho.

2- AQUILO QUE SE INTERPÕE ENTRE O SEU PERSONAGEM E A META

Se o seu personagem deseja algo e não encontra nenhuma resistência para consegui-lo, não há uma história possível. Para que haja uma história a contar, deve haver uma força antagonista que coloque obstáculos no seu caminho; que tente detê-lo de diversas maneiras e afastá-lo do que busca.

Se a história é boa, o seu personagem sempre nadará contra a correnteza. Pense em tudo aquilo que pode ir contra os desejos do seu personagem.

É uma ou várias pessoas, é uma força da natureza, é uma emoção própria, é tudo isso junto?

3- AQUILO QUE CORRE O RISCO DE PERDER SE NÃO ALCANÇA SUA META

Para criar conflito e tensão, a meta de longo prazo do seu personagem deve ser muito importante para sua felicidade e/ou sobrevivência. Esta meta sempre deve ser proporcional ao que corre o risco de perder se fracassa.

Pergunte-se: O que está em jogo para o personagem em cada decisão e em cada ação? Está em jogo aquilo que mais lhe faria sofrer por perdê-lo?

4- A PRINCIPAL FORTALEZA DE SEU PERSONAGEM

Mesmo que o seu personagem seja o maior vilão do universo, sempre deverá lhe dar ao menos uma emoção positiva que o caracterize. A principal fortaleza do seu personagem será aquilo que o ajudará a avançar nos momentos mais difíceis da história e que o identificará como herói ou heroína.

5- A PRINCIPAL DEBILIDADE DE SEU PERSONAGEM

A debilidade do seu personagem deve ser para ele uma fonte constante de problemas.

Você deve criar uma emoção negativa que se coloque no seu caminho quase com a mesma frequência que seus antagonistas.

Esta debilidade deve ser mais ou menos universal, uma série de características com as quais o leitor possa se identificar facilmente. Todos temos, ou tivemos em alguma época de nossas vidas, algum tipo de medo, insegurança, preconceito, aversão, tendências autodestrutivas ou sentimentos negativos em relação a alguém.

Para a máxima eficácia, esta debilidade deveria ser o oposto da fortaleza ou da meta de longo prazo do seu personagem. Isto cria uma situação de ironia dramática: aquilo que deseja é justamente aquilo com que não sabe lidar emocionalmente; aquilo que constitui sua maior fortaleza também é a fonte de seus problemas.

Assegure-se de compreender muito bem esta última técnica, pois este pequeno segredo é uma das ferramentas mais poderosas para criar personagens inesquecíveis.

Você pode utilizar estes cinco elementos como um checklist ou lista de verificação cada vez que criar um personagem.

Também pode submeter os seus personagens existentes a uma rápida análise para encontrar falhas de caracterização e fazer os ajustes necessários.

Agora você já dispões de uma ferramenta a mais para analisar e planejar o arco dos seus personagens. Você pode aplicá-la a qualquer um dos personagens de uma novela, mas é essencial que a aplique quantas vezes seja necessário aos seus protagonistas, pois um erro grave de caracterização neste nível pode levar sua história por água abaixo e causar-lhe um bloqueio que o impeça de continuar avançando depois de um certo ponto.

Traduzido por Cristina Pereyra


Cristina Pereyra
Escritora
Brasil
www.cristinapereyra.com






Este artigo me foi muito útil. Retomei alguns textos que já havia escrito e apliquei a análise do arco dramático. Tive que reconstruir alguns personagens porque lhes faltava algo e aperfeiçoei aqueles que atendiam às necessidades mas que com um novo olhar percebi que podiam ser melhorados. Experimente analisar seus personagens, tenho certeza de que você vai se surpreender com os resultados.

Escribe Romántica possui dezenas de artigos tão úteis quanto este, explore atentamente e descubra um mundo de possibilidades para melhorar a sua escrita e resolver os problemas que você encontra durante o processo. Tenho certeza de que eles lhe ajudarão tanto quanto me ajudaram - e continuam ajudando. Pouco a pouco irei traduzindo-os para o português. 

Dúvidas, sugestões e perguntas, deixe nos comentários. Estaremos procurando lhe atender e ajudá-lo a  conquistar seu espaço no mercado literário.


ANUNCIO IMPORTANTE: Si te suscribes a nuestro blog el día de hoy, en los próximos minutos recibirás TRES SECRETOS PARA MEJORAR TU NOVELA... y un regalo sorpresa!!! Todo absolutamente GRATIS.



¡Comparte en Google+!

Publicado por Sianny

    Blogger Comment
    Facebook Comment

1 comentarios: