Pela porta da frente


Por Cristina Pereyra




Depois de toda uma vida frequentando as prateleiras dos fundos das livrarias, a novela romântica chega às vitrines no Brasil.

Seguindo uma tendência mundial, a novela romântica vem ganhando espaço de destaque nas livrarias de todo o país. O que antes era exceção, passou a ser regra: autores românticos estão nas vitrines e nos principais stands das livrarias. Basta passar na frente de uma delas para vê-los.

Autores consagrados do gênero ocupam os lugares de maior destaque, porém não é preciso garimpar muito para encontrar novos nomes. Eles estão ali, lado a lado com autores famosos. O mercado de novela romântica expandiu-se não apenas na quantidade, mas também na diversidade de títulos ofertados.

Um breve passeio pelas prateleiras já nos mostra o grau de mudanças que aconteceram nos últimos anos.

O mercado antes dominado por autores de língua inglesa, com uma ou outra aparição de textos franceses, abriu o leque para as traduções de textos de língua espanhola - autores da Espanha e também da América Latina - e autores de língua portuguesa. Sim. Hoje encontramos uma extensa gama de novos autores de língua portuguesa nas livrarias do país. São livros de todos os subgêneros da literatura romântica escritos principalmente por brasileiros. Ou melhor: brasileiras. Sim, pois ainda predominam as autoras neste segmento da literatura.

Muitas editoras resolveram apostar na literatura romântica nacional, um nicho pouquíssimo explorado até dois anos atrás. E deu certo. A qualidade dos textos aliada a um tratamento extremamente profissional dado pelas editoras alavancou as vendas dos livros e, assim, abriu as portas para outros autores. Um efeito dominó que só tende a crescer.

Este, porém, não é o único rumo que tomou a novela romântica nos últimos tempos. Se a venda de livros impressos é grande, os livros digitais vem abrindo passo no último ano de forma avassaladora. A chegada ao país das gigantes Kobo e Amazon mudou o modo dos brasileiros se relacionarem com o conteúdo digital. Tanto o leitor como o escritor. Pouco a pouco as duas lojas - principalmente a Amazon - conquistaram as vorazes leitoras de novela romântica. Sim, pois está comprovado pelas estatísticas que nenhum outro gênero possui leitores tão fieis e que leiam tal quantidade de livros a cada ano.

Leitoras conquistadas, chegou a hora das autoras arregaçarem as mangas e trabalharem. A facilidade de publicação pela Amazon abriu a porta do mundo editorial para muitas autoras que ali lançaram seu primeiro livro ou puderam ampliar seus canais de venda de livros já publicados. O aumento da oferta permitiu que as leitoras ousassem em livros diferentes dos tradicionais, experimentassem novos nomes e se apaixonassem por histórias e personagens completamente revolucionários.

O que buscam as leitoras brasileiras de novela romântica hoje?

Nada muito diferente do que buscavam há 20, 30 anos atrás. Elas querem uma história de amor com um final feliz, personagens com os quais possam se identificar e situações e cenários com os quais possam sonhar. O desafio de cada autora é encontrar o seu espaço nesse oceano que se expande cada vez mais. Está mais fácil publicar, seja em formato digital ou impresso, e isso é válido para todos os autores. O que vai fazer a diferença entre vender alguns exemplares ou ser realmente um autor lido é o que cada um faz depois de publicar.

Para ser lido, não basta escrever uma ótima história. O melhor livro permanecerá sem ser lido se ninguém o descobrir. É preciso ser conhecido. Uma editora tem um plano de marketing para cada publicação, e o autor que opta pela autopublicação terá que fazer isso sozinho. Sem dar-se a conhecer, será difícil conseguir um espaço no concorrido mundo da literatura. As leitoras de romântica são vorazes e ousadas, mas também são fieis. Se elas encontrarem mais facilmente o livro de um autor que conhecem do que o seu, dificilmente deixarão de comprá-lo para seguir buscando até achar algo novo. É preciso divulgar. Fazer-se conhecer.

A oportunidade está ao alcance de todos, basta saber aproveitá-la.

Quanto durará esta onda? Ninguém pode saber com certeza, mas duvido que as leitoras de novela romântica voltem a esconder seus livros nos velhos baús ou que ocultem suas capas quando estiverem lendo no ônibus. A autoafirmação como leitora de romântica, para mim, é um fato irrevogável. As livrarias pensam assim, por isso puseram nas vitrines de suas lojas físicas e online os livros que estas leitoras procuram. Ah! Sim, outra característica da leitora brasileira de romântica: ela adora receber pelo correio um pacote de livros. E isto as lojas online estão explorando sabiamente, com promoções em frete e compras casadas. Afinal, para estas leitoras vorazes, um livro é o mesmo que nada!



Cristina Pereyra
Escritora
Brasil
www.cristinapereyra.com













ANUNCIO IMPORTANTE: Si te suscribes a nuestro blog el día de hoy, en los próximos minutos recibirás TRES SECRETOS PARA MEJORAR TU NOVELA... y un regalo sorpresa!!! Todo absolutamente GRATIS.





¡Comparte en Google+!

Publicado por Sianny

    Comenta con tu cuenta de BLOGGER
    Comenta con tu cuenta de FACEBOOK

0 comentarios:

Publicar un comentario