Revisando a cópia de prova

Você escreveu seu livro, o revisou e realizou todo o processo de publicação com muito cuidado e atenção. Considerou que seu livro estava pronto para chegar ao leitor. Mas ainda não... falta ver a cópia de prova antes de dar o último OK e aprová-lo.

A cópia de prova do seu livro chegou, e agora? Em primeiro lugar, curta a emoção de ter seu próprio livro em mãos. Abrace, cheire, folheie com veneração... aproveite esse momento único. Sim, aproveite, pois depois disso vem o trabalho pesado, algumas vezes aborrecido, mas sempre fundamental: a revisão. 

Por que revisar a cópia impressa? Bem, você já revisou exaustivamente os arquivos de origem do seu livro, talvez até os tenha impresso para corrigir, mas esta é a versão final do seu livro. Ou seja, aquela que o leitor terá acesso. Portanto, deve ser perfeita. 

O texto que vemos na tela é o mesmo que está impresso, mas nossa forma de olhar é diferente. Para a maioria das pessoas é mais fácil corrigir um texto impresso do que um digital. Este já é um bom motivo para você voltar a revisar seu livro. Porém não estamos falando apenas de correção de texto, estamos falando do objeto livro, e você precisa conferir se tudo saiu como o esperado. Se o que você planejou e montou nos seus arquivos realmente foi reproduzido no livro. 

Por onde começar?

Geralmente devemos começar tudo pelo começo, que no caso do livro seria a capa. Entretanto, minha sugestão é de que se comece pelo texto. Por quê? Por se tratar da parte mais extensa e trabalhosa de se revisar. Ao final dela, provavelmente você estará um pouco aborrecido, então ficará animado ao revisar outras partes que dão menos trabalho. 

1. Revisando o texto

Leia o livro, com calma e atenção. O que você deve estar procurando nesta leitura: 

a) erros ortográficos e de digitação 
b) uso adequado de iniciais maiúsculas e minúsculas 
c) repetição de palavras 
d) coerência e coesão 
e) se o texto está completo 
f) uso adequado das fontes (a maioria dos livros devem utilizar uma única fonte, poucos são os gêneros que permitem o uso de várias fontes) 
g) parênteses e aspas corretamente abertos e fechados 
h) uso adequado de hífen, traço e travessão (todos são traços, mas variam em seu tamanho) 
i) espaçamento das linhas (deve ser o mesmo no livro todo, salvo exceções de gênero, como as receitas, por exemplo) 

2. Revisando a aparência do seu livro 

Agora se trata de apenas olhar para o livro, sem ler. É ver o que está escrito como borrões pretos sobre fundo branco. Deve haver uniformidade nestas manchas. 

a) procure por linhas órfãs/viúvas (aquelas linhas solitárias no final ou início de uma página) 
b) numeração dos capítulos (se forem numerados)
c) consistência dos títulos dos capítulos: posição, tipografia, ordem dos elementos 
d) numeração das páginas: ímpares do lado direito, páginas em branco não devem ter nada sobre elas (números, cabeçalhos e rodapés são proibidos) 
e) referências: se no seu livro uma parte faz referência a outra (página ou capítulo) confira se realmente esta é a posição correta 
f) observe se as margens estão corretas, se não houveram cortes e se a margem interna não ficou próxima demais do miolo do livro, obrigando o leitor a abri-lo exageradamente, comprometendo sua durabilidade (livros não são objetos descartáveis!) 
g) existe página de título 
h) há uma página de direitos autorais, com seu nome, licença de uso e ISBN 

3. Revisando as capas

Estamos chegando ao final, e esta etapa é bem rápida de cumprir

a) a qualidade, se a imagem não está borrosa
b) se de forma geral (espaços, imagens e cores) é o que você desejava
c) se o título está visível
d) se o nome do autor está visível
e) se elementos importantes não ficaram próximos demais das bordas, o ideal é uma distância de no mínimo 8mm
 f) se você incluiu o resumo do livro na capa, verifique legibilidade (tamanho da letra e senão ficou embaçado), ortografia, maiúsculas e minúsculas, repetição de palavras, coerência, coesão e se o texto está completo
g) conferir a legibilidade do ISBN e se o número coincide com o que está na página de direitos autorais
h) se há outros elementos, conferir se estão corretos e legíveis

Depois de tudo isso, aprove. O mais provável é que você tenha que fazer correções, e dependendo de quais forem talvez seja preciso uma nova cópia impressa e repetir o processo. Só assim você poderá ter certeza de que está colocando no mercado um produto de alta qualidade e acrescentar esse ponto positivo às suas obras. Certamente seus leitores não falarão apenas do conteúdo de seus livros, destacarão que é uma edição muito bem cuidada e de alta qualidade.




Cristina Pereyra
Escritora
Brasil
www.cristinapereyra.com








ANUNCIO IMPORTANTE: Si te suscribes a nuestro blog el día de hoy, en los próximos minutos recibirás TRES SECRETOS PARA MEJORAR TU NOVELA... y un regalo sorpresa!!! Todo absolutamente GRATIS.



¡Comparte en Google+!

Publicado por Sianny

    Comenta con tu cuenta de BLOGGER
    Comenta con tu cuenta de FACEBOOK

0 comentarios:

Publicar un comentario